sexta-feira, 20 de março de 2009

The Barbarians - Hey Little Bird (1964)




Autênticos punks sessentistas, começando pelo nome, os Barbarians duraram apenas dois anos (1964-1966) e lançaram somente um disco (1965) auto-intitulado, depois batizado de Are You a Boy or Are You a Girl. Deixaram ainda registro audio-visual ao participarem do The T.A.M.I. Show em 1964, uma espécie de concerto transformado em vídeo, filmado no Santa Monica Civic Auditorium em outubro daquele ano, contando com gente de peso como Chuck Berry, Beach Boys, James Brown e Rolling Stones. E no meio de todas essas figuraças, aparecia uma banda de garagem, mas não apenas uma banda de garagem, mas uma banda de garagem com um baterista de uma mão só! É isso mesmo. Victor Moulton, mais conhecido como Moulty, perdeu sua mão esquerda aos 14 anos na explosão de uma pipe bomb, uma bomba caseira, literalmente uma bomba tubo. A música Moulty retrata isso. No lugar da mão passou a usar um gancho, no melhor estilo Capitão Gancho! Em meio a Invasão Britânica com tantos grupos sorridentes, ter um gancho no lugar da mão e ainda tocar bateria era realmente punk! De quebra ainda gravaram Mamãe Eu Quero Mamar numa versão instrumental que levou o nome de Lingüiça! Talvez o baterista tenha feito mais pela memória da banda do que a aparição na compilação Nuggets e no T.A.M.I. Show. Confira os vídeos e fique atento quando a câmera mostrar o baterista.


3 comentários:

Mateus Paul disse...

Queria dar os meus sinceros parabéns pelo blog!! É ótimo para quem ama os sons de quase 5 décadas atrás poder ler informações, 'curiosidades', etc. em PORTUGUÊS!
Muito obrigado.
Já tinha acessado uma vez, mas somente agora pude explorar melhor os posts em sua totalidade!
Visitarei sempre!

Sobre o The Barbarians: os dois temas são muito bacanas, dá para notar que é um beat, um pouco mais, selvagem. Achei muito curioso o lance do baterista, não conhecia essa história e, de fato, dá para notar nos vídeos que o Moulty se utiliza muito mais da mão direita, além disso vale salientar que o gancho não limita em nada o poder da bateria dos The Barbarians!

Bem, é isso, sempre visitarei o blog e comentarei nos posts antigos!

Um abraço.

Raphael Lixo Jovem disse...

Mateus, eu que agradeço pelo comentário. É muito gratificante saber que tem pessoas que realmente leem o que a gente escreve. Comentários como o seu, são os que nos inspiram a continuar escrevendo e divulgando nossos sons preferidos, esses sons de quase 50 anos.

Abração!

sexy disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.